Você não precisa sofrer com dores de cabeça diariamente.

Se você sente dor de cabeça todos os dias e elas costumam durar por horas, você pode estar com enxaqueca crônica.

Ter uma dor de cabeça de vez em quando é normal e até mesmo importante, pois a dor é uma indicação do corpo de que algo não vai bem. Porém, segundo o Dr. Irimar Posso, da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor, se a dor permanece por muito tempo ela deixa de ser útil e passa a ser uma doença.


DIFERENÇA ENTRE CEFALEIA, ENXAQUECA E ENXAQUECA CRÔNICA

A cefaleia de tensão é a mais famosa das dores de cabeça. Atinge mais de 90% da população esporadicamente. Suas principais causas são cansaço, noites mal dormidas, estresse emocional. Em geral, este tipo de dor se resolve em algumas horas ou em poucos dias.

Contudo, há pessoas que desenvolvem a cefaleia crônica, que é uma dor de cabeça que persiste por muitas horas e aparecem constantemente. Ela pode ter várias origens, mas o uso indiscriminado de analgésicos é um dos principais ocasionadores.

Os analgésicos são normalmente utilizados por quem tem uma dor de cabeça aguda. Porém, o uso excessivo deles pode causar dependência e ampliar as quantidades de dores na cabeça, transformando a dor aguda em crônica.


A enxaqueca é a doença neurológica mais comum no Brasil e atinge cerca de 30 milhões de brasileiros, principalmente mulheres entre 25 e 45 anos. É caracterizada por uma dor de cabeça com intensidade de moderada a forte e que é agravada com atividades físicas rotineiras. Além da dor, a pessoa fica mais sensível a luminosidade, ao barulho, aos odores e pode ter tonturas, náuseas e vômitos.


Já na enxaqueca crônica os períodos de dor de cabeça são constantes, 15 dias ou mais por mês e com crises de enxaqueca em pelo menos oito deles. A enxaqueca crônica reduz consideravelmente a qualidade de vida das pessoas que sofrem com ela. A OMS (Organização Mundial da Saúde) a incluiu no rol das doenças mais incapacitantes do mundo.


CONFIRA O QUE PODE AJUDAR A CAUSAR A DOR DE CABEÇA OU ENXAQUECA

Existem gatilhos conhecidos que tendem a desencadear as dores de cabeça e as enxaquecas. Se você está sentindo dores constantes, procure evitar:

  • Ficar em jejum por muito tempo

  • Bebidas alcóolicas e cafeína

  • Mudanças no sono (dormir muito ou não o suficiente)

  • Estresse e ansiedade (procure atividades físicas para diminuí-las)

Outro gatilho para enxaqueca que é considerado um dos mais difíceis de controlar e um dos mais comuns de acontecer é a mudança de clima, seja temperatura, humidade ou pressão do ar.


QUANDO PROCURAR UM ESPECIALISTA:

Segundo a Dra. Rebeca Vasconcelos, médica anestesiologista com enfoque no tratamento de dores crônicas, caso se tenha algum dos quatro pontos abaixo, é hora de procurar um especialista.

  1. As dores de cabeça e enxaquecas estão ficando mais intensas ou mais frequentes.

  2. As dores de cabeça/enxaquecas estão interferindo na sua rotina diária, seja profissional ou pessoal.

  3. Você está tomando mais de 10 analgésicos por mês por conta da dor.

  4. Mesmo evitando os gatilhos você continua sentindo dor.


CONHEÇA OS TRATAMENTOS DISPONÍVEIS

Com o avanço da tecnologia, os tratamentos para enxaqueca e dores de cabeça crônicas estão mais modernos e melhores. Hoje existem especializações médicas na área de dor. Estes profissionais são capacitados para realizar tratamentos referentes a dores crônicas. Existem casos em que o trabalho é feito de forma multidisciplinar, com a atuação de psicólogos, fisioterapeutas e nutricionistas.

Atualmente, existem dois tipos de tratamentos para dores crônicas: as medicações agudas e as preventivas.

As medicações agudas são aquelas utilizadas quando a dor de cabeça já começou, são disponíveis na farmácia sem prescrição (aspirina, ibuprofeno) ou com prescrição.

Já as medicações preventivas são iniciadas antes das dores começarem. São disponíveis somente por prescrição médica.


TRATAMENTOS PREVENTIVOS

As medicações preventivas são as mais recomendadas para o tratamento da dor crônica, pois, diferente das medicações agudas que atuam como paliativos, elas têm o objetivo de diminuir a intensidade e a frequência das crises. Por vezes são capazes de sanar as dores para sempre.

Duas intervenções muito utilizadas pelos médicos da dor são os bloqueios anestésicos e a toxina botulínica.

A primeira consiste em injetar uma pequena dose de anestésico local para interromper ou diminuir os sinais dolorosos. Segundo a Sociedade Americana de Cefaleia este procedimento tem obtido grande sucesso em crises agudas de pacientes. Ele também é utilizado para identificar o local de origem da dor e possibilitar que o médico da dor elabore um tratamento mais eficaz ao paciente.

Já a toxina botulínica é utilizada no tratamento preventivo de enxaqueca crônica, não sendo recomendada para pessoas com crises esporádicas. É uma arma poderosa e comprovadamente eficaz na luta contra a enxaqueca crônica, capaz de diminuir a frequência e a intensidade das dores.


ONDE ENCONTRAR CLÍNICA ESPECIALIZADA EM TRATAMENTO DE DOR CRÔNICA EM BRASÍLIA

Ninguém merece nem precisa sofrer com a dor crônica, mas para o sucesso do tratamento é imprescindível a seleção de um profissional especialista e capacitado, pois é ele quem será o responsável por melhorar a sua qualidade de vida.

Algumas dicas para selecionar um bom médico:

  1. Durante a pesquisa é importante checar o currículo do médico.

  2. Confirme se ele está registrado no Conselho Regional de Medicina e na Associação ou Sociedade da sua especialidade.

  3. Dê preferência aos especialistas. No caso de dores crônicas, verifique se ele se especializou em tratamento da dor.

  4. Avalie o atendimento. Verifique se o profissional tem paciência para ouvir e responder aos questionamentos, assim como explicar o tratamento proposto.

A Clínica Libertà Saúde, localizada em Brasília, é especializada em dores crônicas. O primeiro atendimento médico é realizado pela Dra. Rebeca Vasconcelos, anestesiologista, especialista em tratamento da dor crônica pelo Hospital Israelita Albert Einstein e com cursos de aprimoramento técnico em instituições renomadas como Harvard Medical School Boston. A Clínica fica localizada na Asa Norte, no Ed. Cléo Octávio. Contato pelo telefone 61 99937-2160 ou pelo email contato@libertasaude.com.br.


#enxaqueca #dordecabeça #dordecabecadiaria

Responsável técnica: Dra. Rebeca G. de Lacerda Vasconcelos CRM 18290 DF